Teresa Margarida da Silva e Orta

NAME | NOME  Teresa Margarida da Silva e Horta

NAME (OTHER FORMS) | OUTROS NOME(S) Theresa Margarida da Silva e Orta

PSEUDONYM(S) | PSEUDÓNIMO(S) Dorothea Engracia Tavareda Dalmira

 

Biographical data | Elementos biográficos

 

FATHER | PAI José Ramos da Silva, Cavaleiro da Ordem de Critso, Provedor da Casa da Moeda de Lisboa

MOTHER | MÃE Catarina de Horta

PLACE OF BIRTH | LOCAL DE NASCIMENTO São Paulo, Brasil

DATE OF BIRTH | DATA DE NASCIMENTO 1711

PLACE OF DEATH | LOCAL DA MORTE Belas, Lisbon | Belas, Lisboa

COUNTRY OF BIRTH | PAÍS ONDE NASCEU Colonial Brazil Portugal | Brasil Colónia, Portugal

DATE OF DEATH | DATA DA MORTE 1793

STATUS | ESTADO Married | Casada

SPOUSE | CÔNJUGUE Pedro Jansen Moller van Praet

PLACE AND DATE OF MARRIAGE | LUGAR E DATA DE CASAMENTO 

NR. OF CHILDREN | Nº DE FILHOS 12

CHILDREN | FILHOS

LANGUAGES | IDIOMAS Portuguese, French, Italian  | Português, Francês, Italiano

 

Works | Obra

MANUSCRIPT WORKS | OBRAS MANUSCRITAS

 

Theresa Margarida da Silva e Horta encerrada no mosteiro de Ferreira encaminha aos ceos os seus justissimos prantos no seguinte poema epico-tragico

 

Novena do Patriarcha S. Bento  (apud COSTA)

 

Carta dedicatória À Abadessa D. Anna Josepha de Castel-Branco (apud COSTA, pp. 70-71)

 

PRINTED WORKS | OBRAS IMPRESSAS 

 

Máximas da virtude, e fermosura com que Diofanes, Clyminea, e Hemirena Principes de Thebas venceraõ os mais apertados lances da desgraça, Lisboa, Officina Miguel Manescal da Costa, 1752.

 

Aventuras de Diófanes, Imitando o sapientisssimo Fenelon na sua Viagem de Telemaco, Lisboa, Régia Officina Tipográfica, 1777 

 

Aventuras de Diófanes, imitando o Sapientissimo Fenelon na sua Viagem de Telemaco por Dorothea Engrassia Tavareda Dalmira. Seu verdadeiro author Alexandre de Gusmão, Lisboa, Régia Officina Tipográfica, 1790

 

Historia de Diofanes, Clymenea e Hemirena, Principes de Thebas. Historia Moral escrita por huma Senhora Portugueza, Lisboa, Typographia Rollandiana, 1818

 

Ministério da Cultura, Fundação Biblioteca Nacional, Departamento Nacional do Livro (Brasil)

 

BIBLIOGRAPHY | BIBLIOGRAFIA

 

ANONIMO «Máximas de Virtude e Formosura» Gazeta de Lisboa, nº 28, 17 de Agosto de 1752

 

ARAÚJO, Sofia de Melo, "Aventuras de Diófanes de Teresa Margarida da Silva e Orta - Os ideais de Climeneia e Diófanes à luz dos tempos" Revista da Faculdade de Letras Linguas e Literaturas, Porto, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, II série, volume XXIII, 2006 [2008], pp. 103-126.

 

ATHAYDE, Tristão de, "Romances e Romancistas" O Jornal, Rio de Janeiro, 26/03/1939

 

ATHAYDE, Tristão de, "Teresa Margarida da Silva e Orta", precursora do Romance Brasileiro", Revista do Brasil, Rio de Janeiro, nº 35, 1941

 

BARROS, Tereza Leitão de, No Jardim do Passado… Evocações Historicas. Lisboa, Livraria Guimarães & Cia, s.d., p. 85.

 

BITTENCOURT, Adalzira, A Mulher Paulista na História, Rio de Janeiro, Livros de Portugal, 1954.

 

BLOEM, Rui "O primeiro romance brasileiro (retificação de um erro da história literária do Brasil) " Revista do Arquivo Municipal, São Paulo, vol. LI, 1938 

 

BLOEM, Rui "Teresa Margarida e o Romance brasileiro" Aventuras de Diófanes, Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, 1945

 

BRAGA, Ondina, Mulheres escritoras, Amadora, Bertrand, 1980.

 

CASTELO, José Aderaldo, Manifestações literárias da Era Colonial, São Paulo, Cultrix, 1970.

 

CIDADE, Hernâni, "O ensino moral e o romance", Lições de Cultura e Literatura Portuguesas, vol II, 6ª ed. Coimbra, Coimbra Editora, 1975, pp. 341-343.

 

COELHO, Jacinto do Prado, "Aventuras de Diófanes" in.: Jacinto do Prado, (coord.) Dicionário de Literatura, 3ª edição, Porto, Figueirinhas, 1983, volume I, p. 79.

 

COELHO, Nelly Novaes, "A imagem da mulher do século XVIII: Aventuras de Diófanes de Teresa Margarida" Revista da Biblioteca Mário de Andrade, nº 53, São Paulo, Jan/Dez, 1995, pp. 25-36.

 

COSTA, D. António da, A Mulher em Portugal. Obra póstuma publicada em benefício de uma criança,Lisboa, Typographia da Companhia Editora, 1892, pp. 65-74.

 

COUTO, Anabela Galhardo, “A produção literária feminina no mundo barroco de Vieira” in.: Maria do Rosário Monteiro e Maria do Rosário Pimentel (coord.) Padre António Vieira. O Tempo e os seus Hemisférios, Lisboa, Colibri, 2011, pp. 157-167.

 

CRISTOVÃO, Fernando "Romantismo Brasileiro (Leituras e contactos)" in.: Helena BUESCU (org.) Dicionário do Romantismo Literário Português, Lisboa, Caminho, 1997, pp. 496-501. 

 

ENNES, Ernesto, «Biografia de Teresa Orta» Brasiliana, volume 2, São Paulo, 1952

 

ENNES, Ernesto, "Uma escritora portuguesa do século XVIII" Bazar, Lisboa, 5, 12, 19 Agosto, 1938

 

ENNES, Ernesto, "Uma poetisa brasileira infeliz" Anais das Bibliotecas e Arquivos, Lisboa, Empresa Nacional de Publicidade, 1945, pp. 127-138.

 

ENNES, Ernesto,"Theresa Margarida da Silva e Orta: primeira escritora paulista e primeira romancista brasileira (1705-1787" sep. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, São Paulo, vol. XXXV, 1938.

 

ENNES, Ernesto, "Uma colaboradora inédita de Pombal na propaganda iníqua contra os padres da Companhia de Jesus (D. Theresa Margarida da Silva e Orta)" Sep. Anais da Biblioteca e Arquivos,Lisboa, 1943

 

ENNES, Ernesto, "Alexandre de Gusmão e o primeiro romance brasileiro" Sep. Ethnos, vol. III, Lisboa, 1946

 

ENNES, Ernesto, Dois Paulistas Insignes: Teresa Margarida Silva e Orta e o primeiro romance brasileiro, São Paulo, Companhia Editora Nacional, vol. II, 1952.

 

ENNES, Ernesto, Dois Paulistas Insignes: José Ramos da Silva e Matias Aires Ramos da Silva de Eça, São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1944.

 

ENNES, Ernesto, "Uma escritora portuguesa do século XVIII" Estudos sobre a História do Brasil, Sáo Paulo, Companhia Editora Nacional, 1947, pp. 11-61.

 

ENNES, Ernesto, "O primeiro romance brasileiro e D. Teresa Margarida da Silva e Orta" Estudos sobre a História do Brasil, São Paulo, Companhia Nacional, 1947, pp. 211-228.

 

FERREIRA, João Palma, Novelistas e contistas portugueses dos séculos XVII e XVIII, Lisboa, INCM, 1981, pp. 437 e ss

 

FIGUEIREDO, Fidelino de, História da Literatura Clássica, vol. II, São Paulo, Anchieta, 1946.

 

FLORES, Conceição, As Aventuras de Teresa Margarida da Silva e Orta em Terras de Brasil e Portugal, Natal, Opção Gráfica e Editora, 2006.

 

FLORES, Conceição, “Teresa Margarida da Silva e Orta (1711-1793“, Revista Convergência Lusíada, Rio de Janeiro RGPL, nº 26, Jul/Dez, 2011

 

FLORES, Hilda Agnes Hübner, Dicionário de Mulheres, Porto Alegre, Nova Dimensão, 1999, pp.

 

GOMES, Danilo. «A primeira novelista brasileira» Suplemento Literário de Minas Gerais 1, 1976, p. 4.

 

GOTLIB, Nádia Batella, “A Literatura feita por mulheres no Brasil” in.: Zahidé Muzart (rog.) A Mulher na Literatura, nº 9, Boletim do GT da ANPOLL, Univ Federal de Santa Catarina, 2002, pp. 102-139.

 

LEMOS, Lígia, Pioneiras do intelectualismo feminino no Brasil. Formação, Rio de Janeiro, Novembro de 1947, pp. 47-55.

 

LETZRING, Mónica. «Teresa Margarida da Silva Orta and the Portuguese Enlightment», Studies in Eighteenth Century Culture, 15, 1986, págs. 111-125.

 

MACHADO, Álvaro Manuel "Teresa Margarida da Silva Orta" in: Alvarao Manuel Machado (org.) Dicionário de Literatura Portuguesa, Lisboa, Presença, 1996, pp. 352.

 

MACHADO, Diogo Barbosa, Bibliotheca Luzitana: histórica, crítica e cronológica, Lisboa Occidental, na Officina de Antonio Isidoro da Fonseca, 1741-1759, volume IV, pp. 271-272. 

 

MAGALHÃES, Basílio de “Casos interessantes da literatura brasileira” Estado de São Paulo, São Paulo, Março 1939

 

MENDES, Isabel Maria Ribeiro, «As “Máximas de Virtude e Formosura” de Teresa Margarida da Silva Orta (1752) ou a influência de Fénelon em Portugal» in.: A.A. V.V. Portugal no século XVIII. de D. João V à Revolução Francesa, Lisboa, Universitária Editora – Sociedade de Estudos do século XVIII, 1991, pp. 297-305.

 

MONTEZ, Ceila (Introd., Pesquisa bibliográfica e Notas) Teresa Margarida da Silva e Horta, Obra Reunida, Rio de Janeiro, Graphia, 1993.

 

MONTEZ, Ceila Batista, “A Obra Reunida de Teresa Margarida da Silva Orta” Gênese e Memória, IV Encontro Internacional de Pesquisadores do Manuscrito e de Edições, São Paulo, Annablume, s.d., pp. 319-320

 

MONTEZ, Ceila, “Da deserção ao cárcere: o romance de uma pioneira” in.: Teresa Margarida da Silva e Orta, Obra reunida, Rio de Janeiro, Graphia, 1993, pp. XI-XVI

 

MONTEZ, Ceila, “O discurso iluminista e o discurso feminista em Aventuras de Diófanes de Teresa Margarida da Silva e Orta” in.: Constância Lima Duarte (org.) A Mulher na Literatura, nº 6, Boletim do GT da ANPOLL, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 1996, pp. 88-92.

 

MORAES, Rubens Borba de, Bibliografia Brasileira do Período Colonial, S. Paulo, IEB/USP, 1969, p. 636

 

OLIVEIRA, Américo Lopes de, Dicionário de Mulheres célebres, Porto. Lello, 1981

 

OLIVEIRA, Américo Lopes de, Escritoras Brasileiras, Galegas e Portuguesas, Braga, Edição do autor, 1983

 

OLIVEIRA, João Gualberto de, Alexandre de Gusmão. Sua vida e Obra, São Paulo, J. G. Bentivegne, 1956.

 

PALMA-FERREIRA, João, Novelistas e contistas portugueses dos séculos XVII e XVIII, Lisboa, INCM, 1981, pp. 437-

 

PALMA-FERREIRA, João, "Excertos do Diário de D. Frei Manuel do Cenáculo Vilas Boas" Sep. Revista da Biblioteca Nacional, nº1, 1982

 

RECTOR, Mónica. Mulher: objecto e sujeito da Literatura Portuguesa, Porto, Universidade Fernando Pessoa, 1999.

 

ROCHETA, Maria Isabel, "Novela" in.: Helena BUESCU (org.) Dicionário do Romantismo Literário Português, Lisboa, Caminho, 1997, pp. 375-377.

 

RODRIGUES, A. A. Gonçalves, A Tradução em Portugal, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1992, vol I, p. 163 nº A1

 

SAGNÉ, Ceila Ferreira, “Teresa Margarida da Silva e Orta, a primeira romancista do Brasil” Revista do Livro da Fundação Biblioteca Nacional, Nº 44, ano 14, Janeiro de 2002, pp. 87-96.

 

SANTA CRUZ, Maria de, Crítica e confluência em “Aventuras de Diófanes”, (Dissertação de Doutoramento policopiada), Lisboa, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 1990/1991

 

SANTA CRUZ, Maria de, «Huma senhora do Século XVIIII: Theresa Margarida da Silva e Orta. Colóquio-Letras nºs 110-111 (1989), págs. 38-47.

 

SÃO LEOPOLDO, Visconde de “Da vida e feitos de Alexandre de Gusmão” Actas do Instituto Historico e Geographico Brazileiro, vol. I Rio de Janeiro, 13 de Março de 1841, pp.

 

SARAIVA, António José e Óscar Lopes, História da Literatura Portuguesa, Porto, Porto Editora,  pp.

 

SHUMAHER, Shuma e Érico Vital Brazil (eds.) Dicionário de Mulheres do Brasil: de 1500 até a atualidade, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2000.

 

SILVA, Innocêncio Francisco da, Diccionário Bibliographico Portuguez, Lisboa, Imprensa Nacional, 1858, vol. I, pp e vol. VII, p. 317.

 

SILVA, José Ramos da, "Testamento" in.: Ernesto ENNES, ENNES, Ernesto, Dois Paulistas Insignes: José Ramos da Silva e Matias Aires Ramos da Silva de Eça, São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1944, pp. 421-432.

 

SIMÕES, João Gaspar, Perspectiva histórica da ficção portuguesa: das origens ao século XX, Lisboa, D. Quixote, 1987.

 

SIMÕES, João Gaspar, “As ‘Aventuras de Diófanes’ de Teresa Margarida da Silva e Horta”, História do romance português, Lisboa, Estudios Cor, 1967, pp. 211-213.

 

SOUZA, Roberto Acízelo de, “O caso de Teresa Margarida da Silva e Orta, ou a propósito da distância entre boas letras e literatura” in.: Teresa Marques de Lima e Conceição Monteiro (orgs.) Representaçoes culturais do outro nas literaturas de língua inglesa, Rio de Janeiro,Vício de Leitura, 2001, pp. 15-28.

 

VERSIANI, Ivana. «The New World’s First Novelist» in.: Heitor Martins (ed.) The Brazilian Novel, Bloomington, Indiana University Press, 1976, pp. 15-27.

 

VERSIANI, Ivana, “Teresa Margarida e as Aventuras de Diófanes” Kriterion, Belo Horizonte, volume XX, nº 67, UFMG, 1973-1974, pp. 293-310.

 

VERSIANI, Ivana, «The New World’s First Novelist» in.: Heitor Martins, The Brazilian Novel, Bloomington, Indiana University Press, 1976, pp. 15-27

 

VIANA, Maria José Mota, Ficção feminina no Brasil: uma história de esquecimento, (Dissertação de Doutoramento policopiada), Belo Horizonte, FALE – Universidade Federal de Minas Gerais, 2002.

 

VIDAL, Barros, Precursoras brasileiras, Rio de Janeiro, A Noite, 1952.

 

VILARELHE, Eva Loureiro, Máximas de virtude e formosura de Teresa Margarida da Silva e Orta: revisom critica e linhas de pesquisa, (Tese de Licenciatura policopiada), Santiago de Compostela, Universidade de Santiago de Compostela, 2003.

 

VILARELHE, Eva Loureiro “O género epistolar na prosa doutrinal: o caso de Máximas de Virtude e Formosura” in Vanda Anastácio (org.) Correspondências. Usos da Carta no século XVIII, Lisboa, Eds. Colibri – Fundação das Casas de Fronteira e Alorna, 2005, pp. 255-268.

 

VILARELHE, Eva Loureiro, “Fabricação de Ideias e identidade na historiografia literária lusoa e brasileira: começa a literatura brasileira com um romance, feminista e político escrito por uma mulher?A Questão Social no Novo Milénio, VIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, Coimbra, 16, 17 e 18 de Setembro de 2004

 

COMMENTS | OBSERVAÇÕES 

 

Sister of Matias Aires  | Irmã de Matias Aires (da Silva e Eça)

Work attributed to Alexandre de Gusmão in the 3rd edition (1790) | a obra saíu atribuída a Alexandre de Gusmão na 3ª edição, (1790)